domingo, 1 de dezembro de 2013

Testes no processo seletivo


Com o trabalho de Job Hunter que estou fazendo, tenho percebido que muitos dos meus clientes estão trazendo um ponto interessante - no processo de seleção que eles estão participando, as empresas estão aplicando vários testes psicológicos.

Confesso que me chamou muito a atenção isso, pois mesmo sabendo que muitas pessoas defendem a utilização desses testes, existe uma grande divergência de opiniões, especialmente do Conselho Regional de Psicologia, que não os reconhecem, pois para eles, alguns testes ainda não tem validade, podem ser muito tendenciosos e acabam interferindo na escolha do candidato.

Enfim, mas como ainda está em discussão e as empresas acabam tentando buscar de várias maneiras o melhor candidato, melhor então é estar preparado ou pelo menos saber que tipo de testes você pode se deparar.

E que tipo de testes as empresas costumam aplicar? 



Vou citar aqui alguns que conheço, mas com certeza deve existir muitos outros:

AC - Atenção Concentrada - Esse teste como o próprio nome diz, tem como objetivo mensurar a atenção, concentração, rapidez e exatidão e pode ser aplicado individualmente ou coletivamente. Normalmente é aplicado para cargos que exigem esse tipo de comportamento - Digitadores, Redatores, Telefonistas, etc.

E possivelmente você já o fez - esse teste é muito utilizado no processo que envolve a obtenção da CNH.




Palográfico - Já fiz esse no passado. É uma técnica expressiva de avaliação da personalidade, onde o perfil da personalidade é obtido através da análise dos traçados.




QUATI - É um instrumento investigativo baseado na teoria Junguiana e em sua tipologia tem como objetivo avaliar a personalidade através das escolhas dentro das situações que cada indivíduo faz. Isso é utilizado normalmente para ajudar na classificação das semelhanças e diferenças em determinados grupos, daí acaba auxiliando na organização de grupos de trabalho, e algumas vezes na detecção e solução de conflito nas empresas.


Teste de QINão é aquele que normalmente as pessoas brincam na hora de tentar achar alguém para conseguir entrar em uma empresa através de alguma indicação - Quem Indica! 

Esse é o famoso teste que mensura o nível de sua inteligência intelectual. 

Teste Grafológico - É um teste bem clássico e muito utilizado pelas empresas. Se pedirem para você escrever uma redação, lhe darem uma caneta BIC e uma folha de papel em branco, normalmente é porque irão avaliar sua personalidade por meio da sua escrita. Calma, não é para deixar essa folha agora virar um monstro. Faça a redação de maneira calma, com atenção e de maneira bem feita. Não tente fazer nada que não seja o seu habitual, afinal de contas, é possível, através deste teste, conhecer as características pessoais do escritor, então, nada melhor que ser você mesmo.

Testes Gerais - É muito comum as empresas também aplicarem testes de conhecimentos gerais - Matemática, Português, Inglês e dependendo da posição, Excel, Power Point, Atualidades, entre outros.

Pois bem, testes nesse mundo de seleção nunca vão faltar. O importante é você sempre se preparar e buscar conhecer as diferentes maneiras que as empresas podem fazer suas seleções. E sempre, minha dica é seja você mesmo e não tente fazer nada que pode te atrapalhar naquele momento.

Conhece ou já fez outros testes? Conte aqui!

Um abraço e até a próxima...


Fonte: Sceltarh

5 comentários:

  1. Somente ressaltando testes psicológicos devem ser aplicados por psicólogos sendo crime no Brasil a utilização por qualquer outro profissional, e sobre a divergência do Conselho Federal de Psicologia, não existe nenhuma divergência, o conselho exige a utilização de testes validados e o único exposto que não tem reconhecimento cientifico é a grafologia na lista exposta acima, portanto a utilização de testes psicológicos na seleção de pessoal é legítima e necessária, avaliando aptidões e com um psicólogo treinado e experiente, com uma possibilidade quase nula de inferências, erros ou manipulação por parte do avaliando...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Tiago, obrigado pela leitura e pelo excelente adendo. Um abraço e até a próxima..

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Fiz o teste de atenção concentrada, mas acredito que não fui bem, por dois motivos;

    > Não entendi o que era para ser feito de inicial, tive que ser chamado atenção duas vezes pela avaliadora de que teria que fazer um traço na imagem e não como estava fazendo (Fazendo único traço entre duas figuras).
    > Seguindo o fato de não entender este teste (1º Vez em teste psicotécnico), pensei que somente era para fazer os traços nas duas últimas figuras de cor branca, omitindo a de cor preta, o que resultou no meu maior erro na aplicação do teste.
    > Sendo que não errei em nenhuma delas situadas de cor branca, somente omitir as de cor preta (Neste caso me lembro muito do do teste e de como eu fiz, já que tenho memória fotográfica, sei que de fato omitir as de cor preta e fiz corretamente as restantes, terminei até antes dos outros concorrentes).

    Fico triste! pois me saí muito bem na primeira fase onde foi avaliado português, raciocínio e entrevista com o setor do RH. Agora sinto medo de que este teste me exclua e seja determinante para minha negativa evolução no processo seletivo.

    Observação: Além deste teste, tivemos outros de raciocínio, neste caso bem extenso, onde foi trabalhado figuras, números e perguntas de lógica.

    Gostaria muito saber como tudo é avaliado para ter esperanças de que é feito uma triagem ou realmente o teste psicotécnico define o progresso do candidato no processo seletivo?

    ResponderExcluir